English Chinese (Simplified) French German Italian Japanese Spanish
fone(11) 9 5411-0065 mapa-do-site
   
Texto

Atenção, abrir em uma nova janela. PDFImprimirE-mail

PSICOLOGIA ANALÍTICA

SIGMUND FREUD FOI O COMPANHEIRO COM QUEM JUNG DESBRAVOU OS CAMINHOS DA MENTE.

Jung viu em Freud um companheiro para desbravar os caminhos da mente. Enviou-lhe cópias de seus trabalhos sobre a existência do inconsciente, confirmando concepções freudianas de recalque e repressão. Ambos encantaram-se um com o outro, principalmente porque os dois desenvolviam trabalhos inéditos em medicina e psiquiatria.Após a separação de Freud, Jung sentiu o chão desmoronar-se sob os pés. O sentido da sua vida ficou em primeiro plano. Seguiu-se uma série de sonhos e visões que forneceram material para o trabalho de toda uma vida. Em suas palavras, "Os anos durante os quais me detive nessas imagens interiores constituíram a época mais importante da minha vida e neles todas as coisas essenciais se decidiram". Mesmo antes, Jung começou a desenvolver um sistema teórico que chamou, originalmente, de "Psicologia dos Complexos", mais tarde chamando-a de "Psicologia Analítica", como resultado direto de seu contato prático com seus pacientes. O conceito de inconsciente já está bem sedimentado na sólida base psiquiátrica de Jung antes de seu contato pessoal com Freud, mas foi com este que Jung pôde se basear para aprofundar seus próprios estudos. O contato entre os dois foi extremamente rico para ambos, durante o período de parceria entre eles. Aliás, foi Jung quem cunhou o termo e a noção básica de "complexo", que foi adotado por Freud.

 

Site Login